Comercial censurado do Burger King

De Destruipédia

O Comercial censurado do Burger King é um comercial dessa lanchonete mutante criado pela agência de publicidade Palavrão S.A. em homenagem ao 8000° aniversário de Dercy Gonçalves, aquela veia louca.

Criação[editar | editar código-fonte]

Predefinição:Fato Segundo Washington Olivetto o texto foi inspirado nas afirmações da própria Dercy ao comer um McDonald's em formato de cocô, a Dercy disse que era uma merda do caralho e que nunca tinha comido uma porra tão nojenta, sendo que ela nunca usou uma máquina do tempo para ir em 2020 e assistir o comercial mais nojento o Século 21 (pois esse comercial é de 1939, quis dizer, 2008), que não voltaria naquele lugar filho da puta nem fodendo. Adaptamos para vender o caralho do sanduíche do Burger King, porque não somos uns putos duns idiotas, embora a merda seja a mesma!

Veiculação[editar | editar código-fonte]

Como o Burger King é um fast food para reizinhos burgueses, a propaganda do Whopper só foi veiculada nos canais de TV a cabo, dentre eles: Cartoon Network, Discovery Kids, Nick Jr., Disney Channel, Tokyo TV, Discovery Channel, National Geografic, Fox, MTV e Jetix, o que ajudou a difundir o uso do pi entre os estudantes do ensino fundamental. Segundo os professores de matemática entrevistados, os alunos mais burros evoluiram bastante, conseguindo agora resolver as equações mais fodas.

Vídeo[editar | editar código-fonte]

http://www.youtube.com//watch?v=7pUlBnKu52g